sexta-feira, 11 de novembro de 2011

L Lawliet

Yo, yo, pessoal! Como prometido, esse post vai ser sobre o L (Death Note); Então, aqui vou eu, falar do personagem mais sexy dos animes. Tá, nada de biografia ou coisa do tipo, vou deixar essa parte pro Wikipédia mesmo. Então, vamos partir pra minha mini listinha de por que o L é tão... *-*

-> ele (se você preferir, pode pronunciar "éle" mesmo kkk' tá, não teve graça '-') senta estranho;

-> ele pega nas coisas de um jeito estranho;
--> ele fica esfregando os pés;

--> ele vive com o dedo na boca (uuuuh);


 --> ele come o tempo todo;
--> ele não tem sentimentos (isso porque não tem como ele me conhecer (alguém diz: não teve, porque ele já morreu mesmo. Eu digo: comece a ver DN de novo, então ele voltará a estar vivo), porque se tivesse, eu ensinaria rapidinho o que é "sentir" *-*);
--> ele anda com as mãos no bolso;

--> ele tem a coluna curvada;

--> ele não tem sobrancelha (olhar indecifrável, haha)
--> ele anda descalço (pelo menos na maioria das vezes);
--> a voz dele não muda de tom (eu chamo de voz de preguiça);
--> o cabelo dele é bagunçado;
--> ele é pálido;
--> ele tem olheiras;

--> ele é inteligente;
--> ele é ingênuo (pra algumas coisas, lógico);
--> e mais! hehe'

Tá, quem não assistiu DN deve ta pesando: "WTF? Isso é lá atributo de personagem sexy?". É sim, depois que eu assisti DN, eu descobri o quanto o estranho pode ser encantador pra algumas pessoas e eu me encaixo nessa lista. Agora, vou comentar algumas cenas do L no anime que merecem meu comentário:

1. A cara que ele faz quando Light apresenta Misa é [AAAAAAAAAA] sei lá... cara de tarado!
2. Não tem nada mais fofo do que essa cena: 


3. É bonitinho quando a Misa ta presa e chama "o sequestrador" de hentai (safado) e o L todo ingênuo: "Watashi? Hentai?" (Eu? Safado?).

Bom, na verdade, eu tinha pensado em muitas outras coisas pra esse post, mas eu fiquei ocupada e deixei ele por tanto tempo em "rascunho" que acabei esquecendo; Se eu lembrar de mais alguma coisa, completo.

Até a próxima!


2 comentários: