domingo, 17 de fevereiro de 2013

Death Note Rewrite

Olá my darlings'




Hoje falarei sobre Death Note Rewrite. Let's go.

Sim, isso são dominós'
Deixando as tristezas de lado, eu ainda tenho forças pra falar mal, muito mal de alguma coisa. Pra me revoltar e fazer com que meus leitores não percam seu tempo como eu perdi. Death Note Rewrite é, nada mais nada menos, que um filme (animado, viu? Não é live action. E na verdade são dois filmes, porque é dividido em duas partes) que mostra a história do nosso tão querido anime resumidamente. Resumidamente. Re-su-mi-da-men-te. Tão resumidamente que chega a não valer à pena assistir. De tal forma que não substitui o anime pra quem não o assistiu. De tal forma que quem assiste apenas o filme chega a não entender '-'

Eu resolvi ver DN Rewrite porque vi várias pessoas dizendo que blá blá blá as estratégias eram diferentes, blá blá blá chegaram a achar até melhor que o anime, blá blá blá passava a Misa se matando e blá blá blá, não sei o quê. Tanto blá blá blá que eu precisei fazer um ctrl + c do "blá blá blá" pra escrever esse parágrafo.

Porém, o que eu vi não foram estratégias diferentes. As estratégias simplesmente não são mostradas. O filme é tão resumido que chega a tirar o que realmente torna Death Note apaixonante, inovador, etc.: a capacidade do meu L e do Light de montar planos e ter pensamentos tão impecáveis e calculados. Isso era o que tinha de impressionante. Isso era o que formava a aura de adrenalina.

Matt, pra quem não sabe u.u
O Matt, coitado, já era um esquecido, a maioria nem sabe da existência dele no anime, e no Rewrite então, ele aparece uma única vez e nem mostra ele morrendo ou o Mello lamentando a morte dele; Eu, que nem lembro mais como foi no anime, me pergunto até agora como a Takada conseguiu o verdadeiro nome do Mello, porque lá não mostra; Não me lembro muito bem, mas parece que também não fica claro o vício de Ryuku por maçãs. Isso pode não parecer essencial, mas a verdade é que os personagens de Death Note são muito marcantes, cada um com suas manias e excentricidades próprias e é importante que isso fique perceptível. O Mello por exemplo, nem dá pra notar a coisa que ele tem com roupas de couro; O Ryuku em momento algum fala "Humanos são tão... interessantes" ou Remu: "Humanos são tão... desprezíveis"; E nem tem como ficar com a voz do Near falando "Gevanni" na cabeça, porque nem mostra muito T.T; Não passa a Misa cantando a "Misa no Uta" no final, aquela música linda *-* e muito menos as imagens do L frente ao Light quando este vai (finalmente) morrer...

Além disso tudo e do que falei sobre as estratégias não serem mostradas, o desenho dos personagens não está tão caprichado (e olha que todos sabemos que o traço de DN é impecável...).

Por outro lado, há uma cena que dizem ser exclusiva: a do enterro do L. Em minhas memórias, existiu essa cena no anime também, mas como ninguém além de mim lembra-se dela, deve estar apenas no Rewrite mesmo (me tirem essa dúvida nos comentários)... Bom, mas isso não seria desculpa pra fazer um filme tão inútil, eles poderiam fazer apenas um OVA com a cena do enterro, não?


Fora essa tal "cena exclusiva" existem algumas coisas interessantes, como o fato do filme ser, na verdade, o Ryuku já bem velho (e acabado '-') contando a história do "garoto que quis ser o Deus do novo mundo" pra um outro shinigami, que pede a ele que o faça em troca de uma maçã (horrível, do mundo dos shinigamis, blergh). Dá pra chegar a se perguntar se o shinigami que pede a ele que conte a história é ou não o próprio Light, mas algo me diz que nós jamais saberemos' muahahahaha' Já a segunda parte começa sendo narrada por L, que entrega o trabalho a Watari minutos depois (e volta para o céu u.u); No fim, acaba ficando sem narrador e a história apenas segue...

Se alguém descobrir a utilidade de Death Note Rewrite, me avise. Será que eu não assisti o filme certo? O.o Duvido muito... Talvez eles tenham feito só pra quem amou o anime matar a saudade vendo algumas cenas, sem precisar ver 37 episódios. Vai saber... (se bem que não deu nem pra matar a saudade, a não ser da voz do L... haihai, tão sexy... Jéssica, acorda! O post! Ah sim, desculpa... L, L... *suspiro*).

Por fim (porque agora meus posts estão saindo longuíssimos '-'), uma citação do L, que eu não faço ideia se ele disse ou não no anime, porque não me lembro:
"Um tolo tem medo de ser caçoado, ou de caçoarem de sua infância, de seus sonhos ou das coisas importantes para ele. E também... de ser chamado de mentiroso. Um tolo sempre está submetido ao medo, pois é sempre honesto consigo mesmo [...]"

Bom, o post termina aqui. Se não quiserem perder tempo, não vejam DN Rewrite. Se quiserem ver a cena do enterro (é legal) procurem no Youtube, vale mais à pena '-'. Okay, é só um aviso u.u Quando eu concluir as postagens sobre minha pequena e tiver um tempinho, farei um post especial para as fujoshis, falando de umas coisinhas que eu pude observar em DN Rewrite (simplesmente por prestar mais atenção, não que tivesse algo a mais nesse filme inútil U_U Pelo contrário...) e de umas descobertas que fiz de uns tempos pra cá... Nós vamos falar do Mello, do Matt-fofo, do Mello x Matt-fofo e do meu L x Light mais uma vez. Aguardem! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário